Porquê este desperdício? (Marcos 14:4)


25 DE FEVEREIRO

Porquê este desperdício?

“E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de unguento?”

Marcos 14:4

Em Maio de 1933, em Urumqi, no noroeste da China, o Dr. Emil Fischbacher, missionário escocês com a China Inland Mission, morreu de febre tifoide aos 29 anos. Ele estava na China há menos de um ano. Quando a notícia de sua morte chegou ao Reino Unido, as pessoas ficaram muito chocadas. Perguntavam-se qual era o propósito desse homem ter seguido a chamada de Deus para a China. Seria apenas para morrer depois de alguns meses? Parecia um desperdício da sua vida e habilidades depois de tantos anos de preparação.

Como médicos, é muito fácil que nosso senso de identidade e autoestima sejam atados ao nosso trabalho; no entanto, às vezes, passamos por períodos da vida em que nossas carreiras ficam estagnadas. Talvez seja um período de estudo de línguas em tempo integral para facilitar o trabalho no exterior, talvez uma doença prolongada ou talvez criando crianças pequenas; no entanto, estes momentos podem trazer muita alegria. Estes períodos, mesmo que planejados, podem ser muito dolorosos e podem fazer-nos questionar se estamos a desperdiçar o nosso tempo e habilidades. No entanto, Deus pode usar essas experiências para nos desafiar sobre nossa verdadeira identidade estar Nele, e não no que fazemos por Ele.

Deus não se preocupa com a nossa produtividade, mas sim com a nossa obediência. Estamos a resmungar nestes momentos que passamos ou estamos permitindo que Deus use esses tempos para nos transformar mais semelhantes à Cristo? Devemos andar alegremente em obediência, seja lá o que estivermos fazendo, seja qual for a época da vida, mesmo que pareça um desperdício extravagante de nossas habilidades ou tempo, isso pode ser usado como uma oferta perfumada para ele.

Reflexão: Em períodos da sua própria vida, que você agora vê como preparação para o serviço no ministério de Deus.

Leitura Complementar: Gênesis 39-41 (Deus usando José na prisão e preparando-o para o futuro).

Oração: Agradeço-Lhe por me conceder o dom da salvação e me aceitar como Seu filho. Ensine-me a ser obediente à Sua chamada. Liberta-me dos meus problemas. Preenche o meu coração com o Teu amor divino. Usa-me como Teu vaso divino para espalhar a fragrância de Teu amor em todos os lugares, em nome de Jesus. Amém.

Carolyn Reid

Traduzido por Celso Belo