Porquê este desperdício? ( Lucas 22:27 )

 10 DE FEVEREIRO - LIDERANÇA SERVIL

“Mas eu estou entre vocês como quem serve.”

 Lucas 22:27 

Após uma eleição recente na Índia, os jornais relatavam que o líder do partido político na coligação vencedora estava a negociar com o primeiro ministro para ter mais cargos para o seu partido. “Precisamos de pelo menos cinco ministros,” disse ele. “De outra forma como poderemos ter o retorno do dinheiro que gastamos durante as eleições?”

 Uma das maiores crises dos nossos tempos é a falta de boa liderança. A maioria dos líderes, como este acima parecem ter assumido a liderança apenas com uma questão em mente: “O que ganho eu com isto?” Esta atitude manifesta-se na forma como se colocam acima dos outros. Quando visitam um local – seguranças, publicidade e fanfarra precedem-lhes. À medida que caminham, uma longa fila de aduladores, curvando-se submissos perante todo e qualquer gesto, segue-os.

 Este fenómeno não se limita à política. Por todo o mundo, ouvimos histórias de líderes sem integridade, desviando fundos, vendendo bens organizacionais para ganho pessoal, usando o poder para assediar outros sexualmente e assim por diante. Mesmo os líderes de nível inferior não deixam de aproveitar toda a oportunidade para “fazer pose” na forma como censuram os funcionários mais jovens, tomam para si os escritórios mais confortáveis, mobília, estacionamento e acomodação, e depois transmitem esses benefícios para os seus filhos. 

Quando Jesus percorreu as ruas da Galileia, Ele era apenas um na multidão. Os líderes religiosos tinham tanta dificuldade em diferenciar Jesus dos Seus seguidores que tiveram de contratar Judas para identificar Jesus. Os Seus discípulos sentiam-se tão confortáveis junto d’Ele que podiam apoiar-se n’Ele enquanto se sentavam juntos no chão em torno de uma refeição, e fazer-Lhe perguntas difíceis. As prostitutas e os bêbados sentiam-se confortáveis perto d’Ele, e consideravam-no como um amigo. Jesus tomou uma bacia e uma toalha e andou a lavar-lhes os pés. A sua integridade era impecável, e os inimigos tinham de contratar testemunhas para levantar falsos testemunhos contra Ele no tribunal para que fosse condenado à morte. Os Seus seguidores também faziam o mesmo, como Timóteo, que era conhecido por olhar pelo bem-estar dos outros. (Filipenses 2:20) 

O termo “Liderança servil” é um modelo que é muito falado em livros e programas de liderança nos nossos dias. A frase é usada para descrever uma abordagem à liderança, em que a pessoa tenta olhar pelos interesses dos seus subordinados, de forma a trabalharem melhor para a organização, e usarem as suas capacidades e recursos mais eficazmente. A frase tem a sua origem na Bíblia, onde é muito diferente da “liderança servil” que vemos na vida pública hoje. Líderes servos, como Jesus, não têm uma agenda secreta. Pelo contrário, perguntam genuinamente aos outros à sua volta “O que é que você ganha com isto? Como posso servi-lo melhor?” 


Reflexão:
Em pessoas que você considere genuínos “Líderes servos” no contexto atual. 

Pradeep Ninan 

Traduzido por Andreia Silva