Criados à Sua Imagem (Mateus. 10:29-31)

 9 DE MARÇO 

Criado à Sua imagem

 “Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês. Até os cabelos da cabeça de
vocês estão todos contados. Portanto, não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!
“ Mateus. 10:29-31 

O valor da vida humana é difícil de determinar. Mesmo após a morte, o valor comercial é atribuído aos “restos”, pois há um negócio próspero de doação de órgãos. Com base na condição do corpo, o valor pode variar de menos de um euro para mais de 20.000 euros!

 A nossa pergunta é “Quanto vale uma vida humana?”

 Ao visitar um hospital numa aldeia remota, vi uma menina de 8 anos morrer na UTI, de uma infecção viral evitável disseminada por mosquitos. Todos, inclusive os pais e eu, pareciam aceitar a morte como tendo sido inevitável. Não estou a julgar os pais que aceitaram isso como “destino”, ou a equipa de saúde, que viu o problema além do alcance de seus recursos limitados. Mas isso leva-nos a refletir sobre o valor de uma vida humana. 

Perdi um ente querido há três meses, ainda estamos a sofrer - a perda valorosa ainda é sentida. Como eu decido que essa vida é mais valiosa do que a da menina da aldeia que eu vi morrer? Baseia-se na “Posição” e no “Status” que uma pessoa possui? Com base no “relacionamento” que tenho com essa pessoa? Com base na cultura dominante do contexto, onde a vida é menos valorizada? Com base nos valores de castas, tribos e gêneros que nossas culturas dão a diferentes grupos? Com base na produtividade?

 Nós temos, naturalmente, mais valor do que os pardais - é isso que a Bíblia diz. Mas somos mais valiosos do que os pardais por causa do “Imago Dei” - valor intrínseco devido à “Imagem de Deus” em nós e não o valor extrínseco atribuído ao que conseguimos ou onde e em que comunidade nascemos, ou como somos percebidos pela cultura!

 Reflexão: Se é assim, o valor da menina de 8 anos que morreu à minha frente é igual ao valor do ente querido que perdi há algumas semanas atrás? Em caso afirmativo - como devo ver o valor ... em todas as pessoas que encontro todos os dias? 

Santosh Mathew Thomas 

Traduzido por Daniella Paula Dias Coelho

Revisto por Lilian Calaim